Publicidade

Presidente do Conselho do Jacuipense quer banimento do árbitro Joedson Oliveira

Eliminado do Baianão, o Jacuipense terminou na sétima colocação com 10 pontos na tabela final de classificação da primeira fase.
Após o presidente do Jacuipense, Gegê Magalhães, criticar a arbitragem do jogo contra o Atlético de Alagoinhas, o presidente do Conselho Deliberativo do clube de Riachão do Jacuípe, Felipe Sales, também reclamou dos erros de marcações na derrota da equipe no último domingo (17).

O Leão do Sisal perdeu por 3 a 2, pela nona rodada do Campeonato Baiano, para o Carcará e acabou não conseguindo a classificação para a semifinal. Ele pediu o banimento do árbitro Joedson de Jesus Oliveira, que apitou a partida disputada no Carneirão.

“A gente vai pedir o banimento do Joedson, porque não foi a primeira vez que ele atuou de maneira que prejudicou o clube. Primeiro ele fez parte do quinteto, que eu não sei para que servem cinco árbitros num campo e não serve para dizer ao juiz que ele errou, do jogo contra o Vitória em que o juiz Reinaldo [Silva de Santana] marcou pênalti numa bola que foi fora da área e gerou prejuízo ao Jacuipense. Ele estava naquele jogo. Ele foi árbitro no jogo contra o Vitória da Conquista em que o segundo gol do Vitória Conquista foi originado de uma bola numa jogada que ele marcou falta a favor do Conquista em que não foi falta, na verdade, ele inverteu a falta. E ontem foi um absurdo a anulação do gol legítimo. [Tiveram] faltas que ele deixou de marcar, faltas que ele inverteu, impedimentos que ele marcou e não eram. Então, ele é muito ruim. Vou ter uma conversa direta com a comissão de arbitragem da Bahia, com o presidente da Federação Bahiana de Futebol e vamos pedir o banimento dele”, disparou em entrevista ao Bahia Notícias.
Foto: reprodução
Foto: arquivo
Felipe Sales afirmou que deve entrar com uma representação contra o árbitro entre esta segunda (18) e terça (19) junto à Federação Bahiana de Futebol (FBF). Além do gol anulado, ele ainda apontou outro erro que considera como capital para o resultado do jogo.

“Nós vamos representar ele entre hoje e amanhã e juntando os lances importantes no jogo e ele teve a participação nesse gol que foi anulado. Teve também uma falta perigosa que era a favor da gente e ele não marcou. Foi em cima de Bernardo”, finalizou.

Eliminado do Baianão, o Jacuipense terminou na sétima colocação com 10 pontos na tabela final de classificação da primeira fase. O time agora vai focar na preparação para a disputa da Série D do Brasileiro, marcada para começar entre os dias 4 e 5 de maio.

O Leão do Sisal está no Grupo A7 e vai estrear contra o ASA, como mandante. Campinense e Vitória de Pernambuco são os outros dois integrantes da chave e enfrentarão a equipe baiana na primeira fase da competição.

Bahia Noticias

Presidente do Conselho do Jacuipense quer banimento do árbitro Joedson Oliveira Presidente do Conselho do Jacuipense quer banimento do árbitro Joedson Oliveira Reviewed by Aelson fotos on 04:40 Rating: 5

Nenhum comentário